Instituições pedem prorrogação do CAR ao ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha

Um delas foi a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que enviou um ofício ao ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, pedindo a prorrogação do CAR (Cadastro Ambiental Rural) por mais um ano.

O prazo para o produtor se inscrever termina no próximo dia 31 de dezembro. No documento, o presidente da CNA, João Martins, destacou que a solicitação visa garantir à eficiência do cadastro e à adesão do maior número de produtores ao Programa de Regularização Ambiental (PRA), ressaltando que a maior parte dos estados ainda não possui o PRA, o que requer maior prazo para sua implantação.

Segundo números divulgados recentemente pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão do Ministério do Meio Ambiente, as regiões Sul, Centro-Oeste e principalmente o Nordeste ainda não completaram o cadastramento.

Não aderir ao CAR implica na exclusão das medidas que consolidam o uso do solo na propriedade rural e este impacto se dará principalmente na pequena propriedade”, afirmou o presidente da CNA no ofício.

O Cadastro Ambiental Rural é obrigatório para todos os imóveis rurais conforme prevê art. 29 do Código Florestal Brasileiro (Lei 12.651/2012).

Outra instituição foi a FAEP que encaminhou dois ofícios nesta sexta-feira (8), em relação ao prazo para inscrição ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) e de adesão ao Programa de Recuperação Ambiental (PRA).

O primeiro, enviado ao Ministério do Meio Ambiente, solicita a prorrogação por mais um ano do prazo para realização do CAR e PRA.

O documento aponta as dificuldades de acesso a plataforma do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar) que, desde o início do mês de novembro, está travando impedindo que produtores rurais realizam sua inscrição.

Somado aos produtores que estão realizando o cadastro, há ainda, os que já se cadastrarem e agora estão recebendo os alertas de inconsistência nas suas declarações.

Esses fatores estão inviabilizando o cumprimento do prazo estabelecido em lei, que prevê a possibilidade de prorrogação. A solicitação da FAEP é a fixação da data limite para 31 de dezembro de 2018.

O segundo ofício solicita ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP) prorrogação do prazo previsto na Portaria nº 154/2017, que estabeleceu a data de 31 de dezembro como prazo final para protocolo dos pedidos de revisão dos termos de compromisso do Sistema Estadual de Registro da Reserva Legal (Sisleg), conforme estabeleceu a lei nº 12.651 de 2012.

O argumento é o recesso do IAP que começa no próximo dia 18, reduzindo o prazo para que proprietários rurais protocolem o pedido, lembrando que a portaria foi publicada em agosto deste ano.

Fontes: 

FAEP
CNA

Instituições pedem prorrogação do CAR ao ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha
5 (100%) 1 voto


Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.